Sexta, 21 de Junho de 2024
Publicidade

Comissão de Saúde promove seminário sobre práticas integrativas e complementares no SUS

A Comissão de Saúde da Câmara dos Deputados promove, na terça-feira (21), o I Seminário de Saberes Tradicionais e Práticas Integrativas e Complemen...

17/05/2024 às 17h03
Por: Redação Fonte: Agência Câmara
Compartilhe:

A Comissão de Saúde da Câmara dos Deputados promove, na terça-feira (21), o I Seminário de Saberes Tradicionais e Práticas Integrativas e Complementares em Saúde no SUS.

As práticas integrativas e complementares em saúde (PICS) abrangem uma vasta gama de abordagens terapêuticas, parte delas com origem em saberes e culturas ancestrais, visando promover o bem-estar físico, mental, emocional e espiritual dos indivíduos.

Para as deputadas Ana Paula Lima (PT-SC) e Erika Kokay (PT-DF), o evento é uma oportunidade para o compartilhamento de conhecimentos e construção de um debate amplo acerca dos aspectos que permeiam financiamento, gestão, implementação de serviço, formação, pesquisa, acesso, controle social e regulação de práticas na perspectiva do desenvolvimento e avanço da integração desta abordagem de cuidado integral no âmbito do SUS.

"O reconhecimento e a integração das PICS nos sistemas de saúde são importantes não apenas por oferecerem alternativas complementares aos tratamentos convencionais, mas também por promoverem uma abordagem mais humanizada e centrada no paciente. No entanto, é essencial que essas práticas sejam utilizadas de forma segura e responsável, em conjunto com o acompanhamento de profissionais de saúde qualificados e devidamente capacitados", afirmam as deputadas.

O deputado Padre João (PT-MG) também subscreveu o pedido de realização do evento.

Veja aqui a pauta do seminário

O evento será realizado no Auditório Freitas Nobre (Anexo IV da Câmara dos Deputados) às 9 horas.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários