Terça, 27 de Fevereiro de 2024
Publicidade

Surfe: etapa de Pipeline chega ao final sem protagonismo brasileiro

A etapa inicial do Circuito Mundial de Surfe, disputada nas ondas de Pipeline (Havaí), chegou ao final, na noite do último sábado (10), sem a prese...

11/02/2024 às 16h40
Por: Redação Fonte: Agência Brasil
Compartilhe:

A etapa inicial do Circuito Mundial de Surfe, disputada nas ondas de Pipeline (Havaí), chegou ao final, na noite do último sábado (10), sem a presença de nenhum representante do Brasil nas finais. O título masculino ficou com o havaiano Barron Mamiya, de 24 anos, enquanto o feminino foi conquistado pela jovem californiana Caitlin Simmers, de apenas 18 anos.

Em um mar com ondas de mais de 2 metros, Barron bateu o bicampeão mundial John John Florence, de 31 anos, com uma nota 10 na decisão 100% havaiana. Já Caitlin derrotou a australiana Molly Picklum, de 21 anos, que tinha conseguido o primeiro 10 da edição 2024 do Circuito Mundial, num tubaço incrível em Backdoor nas semifinais.

Pelo Brasil, os destaques foram Tatiana Weston-Webb e Luana Silva, que alcançaram as quartas de final da disputa feminina, garantindo a 5ª posição do ranking mundial. Tatiana foi a primeira vítima da campeã, Caitlin Simmers, no sábado (10), enquanto Luana perdeu o confronto seguinte para a costarriquenha Brisa Hennessy.

A janela da segunda etapa do Circuito Mundial de surfe terá início na próxima segunda-feira (12). A disputa também será realizada no Havaí, mas na praia de Sunset Beach.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários