Domingo, 03 de Março de 2024
Publicidade

Preocupação com saúde mental materna aumenta com o decorrer dos anos.

Especialista em saúde da mulher esclarece a importância dessa temática, demonstrada pelos resultados de pesquisa da OMS sobre depressão pós-parto.

10/11/2023 às 13h03
Por: Redação Fonte: Agência Dino
Compartilhe:
Foto de Divulgação
Foto de Divulgação

A maternidade é considerado um momento de extrema satisfação para os pais. A romantização desta fase é enfatizada por crenças, valores e até mesmo pela mídia, como algo que provém do divino e que pode exigir um processo de entrega vinda por parte da mulher. Porém, por conta do protagonismo do bebê que acabou de chegar, a puérpera pode enfrentar algumas situações que mexem com o paradigma materno, levando esta mãe a quadros de depressão, por exemplo.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) já apontava em 2009, que a depressão pós-parto atinge cerca de 19% das mulheres em países como o Brasil, chamando atenção à temática que emergiu diante de um cenário em que a saúde mental ainda não era tão valorizada.

Dados esses que profissionais da saúde da mulher, como a Dra Cristiane Coelho do Rio de Janeiro, ratificam ao pontuar a crescente preocupação com a saúde mental materna já desde o início da década passada. ”Com anos na área, percebo que a mulher acaba se anulando mediante os cuidados com a criança por insegurança devido à fragilidade do bebê, esquecendo da própria saúde", explica.

A médica ainda alerta que esse momento de negligência da mãe consigo mesma somado às alterações hormonais, pode levar ao aparecimento de quadros como a depressão e, por consequência em alguns casos, até mesmo ao suicídio.

Devido a crescente discussão acerca da temática, a OMS lança em 2022, um guia de cuidados, ressaltando que 20% das mulheres em puerpério já sentiram a saúde mental afetada por terem pensamentos suicidas ou de automutilação, o que demonstra a importância das autoridades em saúde e da população se atentar à maternidade e seus contextos, entendendo o seu papel também como mediadores desses possíveis conflitos mentais, fortalecendo uma rede de apoio com objetivo oferecer a esta mulher o conforto e alívio durante esse período e, para além disso, fazê-la também compreender a importância do cuidar de si para conseguir cuidar do outro.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Boa Vista, RR
32°
Parcialmente nublado

Mín. 26° Máx. 36°

33° Sensação
2.57km/h Vento
43% Umidade
94% (3mm) Chance de chuva
07h12 Nascer do sol
07h16 Pôr do sol
Seg 34° 23°
Ter 35° 23°
Qua 35° 25°
Qui 34° 25°
Sex 34° 26°
Atualizado às 20h03
Economia
Dólar
R$ 4,95 -0,06%
Euro
R$ 5,38 +0,13%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,26%
Bitcoin
R$ 334,799,88 +1,45%
Ibovespa
129,180,37 pts 0.12%
Publicidade