Domingo, 19 de Maio de 2024
Publicidade

Centros culturais paulistas oferecem opções gastronômicas

Arte e gastronomia se unem nesses espaços culturais que oferecem uma diversidade de opções de restaurante e cafés em suas dependências

06/11/2023 às 12h43
Por: Redação Fonte: Agência Dino
Compartilhe:
Créditos: Rogério Cassimiro
Créditos: Rogério Cassimiro

Para um passeio completo por São Paulo, não faltam opções culturais para conhecer, afinal, são mais de 100 museus e espaços de cultura distribuídos pela capital. Seja para um almoço de trabalho, um café no meio da tarde com amigos, ou um jantar romântico, centros culturais e museus têm investido em proporcionar experiências gastronômicas, além de uma vasta programação cultural, para atrair ainda mais o público. 

As paredes do suntuoso Theatro Municipal, um dos cartões postais mais conhecidos da cidade, abrigam o Salão Dourado, um espaço histórico que foi reaberto em 2021 e transformado em restaurante. Hoje, os visitantes e frequentadores podem experimentar brunches e almoços no local com pratos que variam de R$9,50 a R$59,00, além de uma variada carta de drinks e bebidas alcoólicas e não alcoólicas. Com 110m², o Salão Dourado fica no andar térreo e, atualmente, é gerenciado pelo time do Bar dos Arcos, que ocupa o subsolo do Theatro. Além de chamar atenção pelos ornamentos dourados e afrescos do início do século XX que ocupam as paredes e o teto, e pelas grandes janelas e vitrais com vista para o Vale do Anhangabaú, o restaurante oferece opções revisitadas e contemporâneas de pratos já conhecidos dos brasileiros, trazendo toques de modernidade e descontração para o espaço luxuoso. 

Voltada para a gastronomia japonesa contemporânea, o restaurante Aizomê acompanha a modernidade e a diversidade presentes na Japan House São Paulo. Sediado no segundo andar da instituição cultural nipônica inaugurada em 2017, o espaço gastronômico oferece uma nova perspectiva à culinária japonesa com menu assinado pela chef Telma Shiraishi, que oferece delicadeza e equilíbrio em seus pratos, focando em ingredientes sazonais. Além disso, o restaurante ainda realiza ações e jantares especiais de acordo com a temática das exposições em cartaz. Expandindo suas atividades, o Aizomê ainda comanda o Aizomê Café, no andar térreo, inspirado nas clássicas cafeterias japonesas. A proposta é trazer novas técnicas de preparo e conceitos arrojados em seus quitutes, que apresentam desde um clássico Capuccino (R$16) até delícias com inspirações nipônicas, como o Bolo Floresta Verde, com genoise de matchá e toques de licor de ameixa japonesa (umeshu) (R$27) e o Genmaicha, um singular blend de chá verde com “pipoquinhas” de arroz que trazem notas do cereal tostado (R$16). 

Já o característico edifício do Instituto Moreira Salles (IMS Paulista), no outro extremo da Avenida Paulista, que abriga exposições de fotógrafos e coletivos de fotografia nacionais e internacionais, uma biblioteca especializada em fotografia e uma agenda cultural rotativa de mostras de cinema, shows, oficinas e cursos, é lar do restaurante Balaio, comandado pelo renomado chef Rodrigo Oliveira. Focado em comida saudável e natural, o Balaio oferece um menu para almoço e jantar com influências de diversas partes do Brasil, principalmente da culinária sertaneja. 

Para quem busca um passeio noturno, culminando em um jantar, o Vista, como o próprio nome diz, oferece uma ampla visão panorâmica de parte da cidade de São Paulo e do Parque Ibirapuera. Localizado no terraço do Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo (MAC-USP), no prédio desenhado nos anos 1950 por Oscar Niemeyer, e que abriga um acervo de mais de 10 mil obras de arte moderna e contemporânea nacional e internacional, o restaurante apresenta pratos que trazem os sabores do Brasil com ingredientes das cinco regiões do país e apresentações inovadoras. Dividido em dois ambientes, o Vista Restaurante e o Vista Balcão, o espaço é perfeito tanto para quem quer desfrutar de um delicioso jantar, como para quem prefere apreciar drinks clássicos e autorais sob o céu paulistano. 

Com tantos espaços gastronômicos integrados a centros culturais por São Paulo, o que não faltam são opções para os diferentes gostos, bolsos e vontades dos que vivem na cidade ou dos turistas. Um roteiro unificando todas as experiências em um mesmo fim de semana, explorando os quatro cantos da cidade, é uma oportunidade de conhecer a fundo as diferentes nuances que compõe o cenário da metrópole. 

Serviço: 
Theatro Municipal de São Paulo 
Endereço: Praça Ramos de Azevedo, s/n - República 
Horário de funcionamento da bilheteria: segunda a sexta-feira, das 10h às 19h; sábados, domingos e feriados, das 10h às 17h 
Mais informações no site 

Salão Dourado 
Horário de funcionamento: segunda-feira, das 12h às 15h30; terça-feira a sábado, das 12h às 21h. Entrada por ordem de chegada. 
Mais informações no site 

Japan House São Paulo 
Endereço: Avenida Paulista, 52 
Horário de funcionamento: terça a sexta-feira, das 10h às 18h; sábados, das 9h às 19h; domingos e feriados, das 9h às 18h 
Entrada gratuita. 
Mais informações no site 

Aizomê na JHSP 
Horário de funcionamento: terça a domingo, das 11h30 às 16h30 
Mais informações no @aizomerestaurante 

Aizomê Café 
Horário de funcionamento: terça a sexta-feira, das 10h às 18h; sábado, das 9h às 19h; domingos e feriados, das 9h às 18h 
Mais informações no @aizomerestaurante 

IMS Paulista 
Endereço: Av. Paulista, 2424 
Horário de funcionamento: terça a domingo, das 10h às 20h 
Entrada gratuita. 
Mais informações no site 

O Balaio IMS 
Horário de funcionamento: terça à quinta-feira, das 12h às 16h; sexta e sábado, das 12h às 16h e das 19h às 22h; domingo, das 12h às 17h 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários