Sexta, 21 de Junho de 2024
Publicidade

Cuiabá sedia mostra de arquitetura e apresenta tendências

Mostra Artefacto terá 11 ambientes assinados por arquitetos de Mato Grosso e de São Paulo

23/10/2023 às 12h36
Por: Redação Fonte: Agência Dino
Compartilhe:
Ruy Teixeira
Ruy Teixeira

Cuiabá, a capital de Mato Grosso, vai sediar a partir deste mês de outubro a Mostra Artefacto. O lançamento marca as tendências e novidades no cenário do design e da arquitetura de 2023 e 2024.

Neste ano, a Mostra Artefacto contará com 11 ambientes, assinados por profissionais e escritórios do país. A coordenação é do especialista, empresário há mais de 26 anos no setor e proprietário da Artefacto Mato Grosso, Fernando Perez.

Com o conceito “Felicidade”, o objetivo de Perez com a mostra é fazer a conexão entre o tema, os ambientes assinados pelos profissionais e a arquitetura brasileira.

“Já trabalho há muitos anos o conceito 'vestir casas', que nada mais é que dar significado a um ambiente, seja ele o lar das pessoas ou seus espaços de trabalho. Sendo assim, é um caminho natural pensar em uma mostra que traz um tema tão bonito e, claro, versátil e poético como a Felicidade. Tenho certeza que o público vai se encantar”, destaca Fernando Perez.

A mostra marca também a ampliação da Artefacto Mato Grosso. Só neste ano o espaço passou de 500 para 1.500 metros quadrados e projeta, para 2024, chegar aos 3 mil metros quadrados, inclusive com heliponto. O investimento, até o momento, é de R$ 10 milhões.

Assinaturas – Os arquitetos e escritórios que assinam a Mostra Artefacto são Andressa Borsato, Érika Queiroz, Caroline Patricio, Carolina Fagundes, Ana Carolina Gori, Ayres Filho, Leo Shehtman, Ilana Santiago, Eduardo Garcia e Marcelo Pissurno, Luciana Duarte e VF Arquitetura. Além dos espaços assinados pelos arquitetos, a Mostra Artefacto contará com obras de arte da Sérgio Gonçalves Galeria. 

Para estes ambientes são previstas mais de 450 peças, entre itens decorativos, móveis, tapetes, cortinas e persianas. O investimento, conforme Fernando Perez, é superior a R$ 10 milhões.“Estamos muito felizes com estes nomes porque eles também representam regiões diferentes de Mato Grosso. É o caso de Ayres Filho, que é de Rondonópolis, e da VF Arquitetura, de Suzana Vilela e Rosana Fioravanço, de Primavera do Leste. Além, claro, de Leo Shehtman, de São Paulo”, afirma Fernando Perez.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários